Siga-nos

Educação

SEC Bahia discute expansão da política de Educação a Distância

Ação visa fortalecer a formação continuada dos educadores na Bahia, além de ampliar as possibilidades de oferta de cursos na Educação Básica

Publicado

em

A experiência de Educação a Distância (EAD) da Universidade Aberta do Brasil (UAB) e a sua vinculação com a oferta de cursos de graduação e, também, com a Educação Básica foram discutidas, no sábado (06), na Secretaria da Educação do Estado da Bahia. A atividade, coordenada pelo secretário Jerônimo Rodrigues, contou com a participação de Carlos Bielschowsky, ex-secretário de Educação a Distância do Ministério da Educação (MEC), e idealizador do Programa UAB, no âmbito do MEC.

O programa UAB tem o objetivo de ampliar e interiorizar a oferta de cursos e programas de Educação Superior, por meio da EAD, tendo como foco a formação inicial de professores da Educação Básica das redes públicas de ensino, tanto para os que ainda não têm graduação, quanto para aqueles que irão fazer cursos de pós-graduação.

As ações da UAB também beneficiam dirigentes, gestores e outros profissionais da Educação Básica da rede pública. Na Bahia, atualmente, cerca de 2,8 mil professores estão sendo beneficiados com cursos da UAB, ofertados em 20 Polos Estaduais da Universidade Aberta na Bahia, em parceria com diversas universidades brasileiras, a exemplo das Federais da Bahia (UFBA), de Alagoas (UFAL), do Piauí (UFPI) e da Rural de Pernambuco (UFRPE), além das quatros universidades estaduais da Bahia (UNEB, UESC, UEFS e UESB).

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Barreiras Notícias - Fala Barreiras