Siga-nos

Educação

Habilidades do futuro: Raciocínio Lógico

Como as escolas de Barreiras estão desenvolvendo o raciocínio lógico nas crianças do ensino fundamental?

Publicado

em

Raciocínio Lógico

O raciocínio lógico é uma habilidade que permite grande diferenciação no mercado profissional pois influencia diretamente no desempenho do profissional em todas as esferas e atividades desenvolvidas. Logo, desenvolvê-lo proporciona um melhor desempenho e fortalece a saúde mental. Muitas vezes as pessoas associam o raciocínio lógico apenas à matemática e não dão a devida importância a essa que é mais uma das habilidades do futuro.

No entanto, o raciocínio lógico se aplica a diversas situações da nossa vida e é de fundamental importância em todas as ciências e profissões que não estejam ligadas às exatas. Desenvolvê-la nas crianças desde cedo é preparar para lidar com as diversas situações do cotidiano.

O raciocínio lógico é sempre associado a cálculos, no entanto a sua origem é filosófica. Conforme as áreas de conhecimento foram sendo desenvolvidas, a lógica começou a ser utilizada para resolver conflitos da existência humana. Aristóteles foi o primeiro a realizar trabalhos nessa área. O termo “raciocínio lógico” diz respeito a capacidade de organizar dados através de premissas válidas para chegar a uma conclusão. Ele é fundamental para preparar os indivíduos para situações mais complexas.

Tal habilidade atua diretamente no poder de argumentação e persuasão tão necessários para os profissionais do futuro.  Este tipo de habilidade é usado para resolver um problema de forma sequencial ou construir uma argumentação. Além disso, este é o tipo de raciocínio que envolve uma menor taxa de erro, por isso é fundamental desenvolvê-lo.

Raciocínio Lógico

Em Barreiras, as escolas desenvolvem o pensamento lógico-matemático das crianças de diversas formas. Desde a educação infantil, as crianças são estimuladas a raciocinar para antecipar possíveis dificuldades e problemas, imaginando soluções com antecedência. Jogos de tabuleiro, de estratégia e de lógica, são muito utilizados para ajudar a desenvolver a inteligência lógico- matemática. Outro exemplo também utilizado nas escolas são os escapes rooms, que hoje em dia existem uma grande quantidade, com uma série de enigmas e problemas de lógica que devem ser resolvidos em grupo.

De acordo com a professora Cátia do Vale, que trabalha há 10 anos com matemática na Escola Sonho de Talita, “O raciocínio lógico-matemático é uma área de fundamental importância para a formação da criança. Atualmente, temos jovens altamente envolvidos com o mundo tecnológico e pouco envolvidos com o exercício mental, pois máquinas e outros recursos digitais fazem todo o trabalho que a mente humana realizaria. Nesse contexto, ao ter contato com atividades desafiadoras como: Sudoku, jogos de trilhas, desafios com cartas, entre outros, na escola, auxilia a criança a exercitar o foco, a capacidade de tomar decisões com efeitos a longo prazo e de pensar antes de agir. Tais atividades devem ser pensadas de forma a desafiar o aluno e levá-lo à construção do conhecimento, facilitando a acomodação de informações e a assimilação de novos conteúdos”.

Portanto, o uso do raciocínio lógico de matemática na educação tem importância fundamental para a formação humana, já que estimula o pensamento crítico e o desenvolvimento de pessoas com senso argumentativo. Os jogos de memória são ótimos para estimular o raciocínio lógico para crianças. Eles aumentam a capacidade de pensar, concentrar-se e, é claro, memorizar. O desenvolvimento do raciocínio lógico cria jovens e adultos críticos e com um grande senso argumentativo. É através dessa característica que se desenvolve a capacidade de criar e interpretar diversas situações do cotidiano, influenciando em resultados positivos. 

Raciocínio Lógico

Além de ser essencial para a carreira profissional das crianças, o raciocínio lógico ajuda em todas as áreas da vida, seja para identificar uma propaganda enganosa ou notícias e informações tendenciosas. Na área empresarial, ajuda a montar argumentações, elaborar planos de ação e identificar os truques de mercado. Deste modo, as escolas devem se empenhar cada vez mais em desenvolver essas habilidades nas crianças desde a educação infantil para prepará-las para o futuro.

Fala Barreiras