Siga-nos

Educação

Em Barreiras, colégio disponibiliza acervo da biblioteca durante a pandemia e estudante fala da paixão por Clarice Lispector

A biblioteca está sendo aberta uma vez por semana para que os estudantes continuem tendo acesso aos livros e ao conhecimento

Publicado

em

Centenário da escritora Clarice Lispector

Fonte: Ascom Secretaria da Educação do Estado da Bahia

O dia que marca o centenário da escritora Clarice Lispector (10/12) é também o dia do aniversário da estudante Layanne Miranda, 18 anos, matriculada no 2° ano do Ensino Médio, do Colégio Estadual Duque de Caxias, em Barreiras, Oeste da Bahia. A data, mais que especial, acaba tendo um significado diferente para a estudante que conheceu a vida e a obra da escritora, por meio do acesso à biblioteca da unidade escolar. A biblioteca está sendo aberta uma vez por semana para que os estudantes continuem tendo acesso aos livros e ao conhecimento.

A ideia surgiu da professora de Língua Portuguesa, Daiane Rodrigues, e logo contou com a adesão da estudante Layanne, que falou sobre o projeto e destacou a paixão pelo legado de Clarice Lispector. “A biblioteca é um espaço mágico que reflete a experiência das diversas personalidades de escritores. Vejo os livros como professores e cada um nos traz uma lição. Clarice é uma sedutora das palavras e ser intensa é a sua natureza e personalidade. Ler sua obra é querer estar preso em uma história capaz de mexer com as emoções”, afirmou.

A estudante também falou sobre a obra de Lispector favorita. “Quando conheci o livro A Hora da Estrela, eu fiquei duas semanas sem ler outro, amadurecendo a história. Acho riquíssima a abordagem solitária da figura feminina e a sua trajetória na sociedade. Virei fã dessa escritora maravilhosa que completa seu centenário nesta quinta-feira (10), mesmo dia em que eu faço aniversário”, comemorou a estudante.

A professora Daiane Rodrigues vai à escola todas as quartas para encontrar com os estudantes e fornecer dicas de leitura. “Neste ano atípico de pandemia, a biblioteca permaneceu fechada por alguns meses. Foi então que tive a ideia de ser voluntária na biblioteca para o empréstimo de livros. Considero uma maneira interessante de ocupá-los com a leitura nesses tempos difíceis”,

afirmou.

A proposta deu tão certo que teve outros desdobramentos, como bate-papos on-line, via Google Meet, e a produção de audiovisuais para serem publicados no Instagram, com indicações de títulos disponíveis na biblioteca escolar, como ressaltou o diretor da unidade, Jhoyne Rios. “A professora vem desenvolvendo um trabalho que explora todos os livros da biblioteca, com a participação dos estudantes. Eles gravam sobre as suas experiências de leitura e compartilham com a comunidade escolar o que o livro trouxe para eles e fazem paralelos com as próprias vidas”, afirmou.

Centenário da escritora Clarice Lispector

A coordenadora de livro e biblioteca da Secretaria Estadual da Educação (SEC), Alessandra Santana, também falou sobre o alcance do projeto. “Além de estimular a leitura, este projeto oportuniza que o estudante continue desenvolvendo suas atividades intelectuais e de uma forma prazerosa, conhecendo novas literaturas e gêneros”.

Segurança – Para ter acesso à biblioteca, os estudantes precisam agendar previamente, sendo permitido até cinco estudantes por vez. O uso da máscara de proteção individual e do álcool em gel são obrigatórios. Além disso, o ambiente funciona com as janelas e portas abertas, possui tapetes sanitizantes e acesso a pia com água e sabão.

Seja integrante de nossos grupos de WhatsApp!
Falabarreiras Notícias 01
Falabarreiras Notícias 02
Falabarreiras Notícias 20
Falabarreiras Notícias 42

2 Comentários

2 Comments

  1. Daiane

    11 de dezembro de 2020 às 08:54

    Bom dia!!!
    Obrigada por compartilhar nossa história. Mas tenho uma sugestão: vocês precisam dar os créditos do site produziu a matéria, no caso educação.ba.gov.br.

    • Osmar Ribeiro

      11 de dezembro de 2020 às 10:22

      Se observar logo abaixo da foto principal, tem os créditos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fala Barreiras