Siga-nos

Educação

Como o EJA tem ajudado os jovens e adultos de Barreiras a concluírem os estudos?

O programa é dividido em etapas, com abrangência do ensino fundamental ao médio e visa possibilitar ao aluno retomar os estudos e concluí-lo em menos tempo…

Publicado

em

Educação de Jovens e Adultos

Imagem meramente ilustrativa | Foto: Reprodução Governo de Santa Catarina

Educação de Jovens e Adultos – EJA é uma modalidade de ensino criada pelo Governo Federal que perpassa todos os níveis da Educação Básica do país, destinada aos jovens, adultos e idosos que não tiveram acesso à educação na escola convencional na idade apropriada.

O Programa permite que o aluno retome os estudos e os conclua em menos tempo e, dessa forma, possibilitando sua qualificação para conseguir melhores oportunidades no mercado de trabalho. 

Essa diretriz educacional remonta aos anos 30, com o Plano Nacional de Educação. E somente a partir da criação do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB), em 2007, que a alfabetização dos brasileiros no EJA ficou interligada com políticas públicas mais assertivas e cotas de verbas totalmente direcionadas para este fim.

É importante notar que esse módulo possui diretrizes específicas, com direções do ensino a essas faixas etárias. Por isso, há maior enfoque para que a transmissão do ensino garanta a erradicação do analfabetismo.

O EJA é ofertado tanto no ensino presencial, como à distância (EAD), com o objetivo principal de democratizar o ensino da rede pública no Brasil. Anteriormente, o EJA era conhecido como supletivo. Hoje, o programa é dividido em etapas, com abrangência do ensino fundamental ao médio.

EJA Ensino Fundamental: destinada a jovens a partir de 15 anos que não completaram a etapa entre o 1º e o 9° ano. Tem duração média de 2 anos para a conclusão. O curso tem carga horária de 1.680h e seu conteúdo é dividido por áreas do conhecimento, como Linguagens, Matemática, Ciências Humanas e Ciências da Natureza.

EJA Ensino Médio: destinada a alunos maiores de 18 anos que não completaram o Ensino Médio, que completa a Educação Básica no Brasil. Ao concluir essa etapa, o aluno está preparado para realizar provas de vestibular e Enem, para ingressar em universidades. O tempo médio de conclusão é de 18 meses

Conforme os cronogramas de ensino do EJA, uma das vantagens dessa modalidade é a otimização das matérias. Dessa forma, a conclusão do fundamental pode ser feita em 2 anos, em média. E o tempo de finalização do ensino médio é de aproximadamente 18 meses.

A partir de 2017, segundo dados do MEC – Ministério da Educação, houve um aumento de 50% das vagas para o EJA no Brasil. Isso significa uma expressiva tendência de expansão que objetiva a concretização das diretrizes educacionais.

Ainda, por meio de outras pesquisas, tem-se discutido a importância de manter o aluno dentro do programa até a sua c onclusão. A evasão escolar ainda é um dos pontos a serem superados, já que muitos alunos desistem no meio das etapas abandonando os estudos.

Educação de Jovens e Adultos
Alunos da Escola Municipal Deputado Juarez de Souza posam com cão policial | Foto: Arquivo pessoal Ten. Romenil

Em Barreiras, o EJA tem ajudado muitos jovens e adultos a voltarem para a sala de aula e concluírem os estudos.

A secretaria de educação tem se empenhado em oferecer oportunidades aos jovens para que possam retomar seus estudos e se prepararem para o mercado de trabalho. Deste modo, as escolas de Barreiras contam com o comprometimento das equipes pedagógicas em todos os âmbitos do ensino.

Com a participação da sociedade e com a integração de profissionais da educação, os jovens e adultos contam com cursos, palestras, projetos e oportunidades de ampliação do conhecimento que vão além do conteúdo programático.

Com esses cursos, os gestores e coordenadores do EJA buscam trazer os jovens para a escola e oportunizar ações que modifiquem a vida deles, porque muitos não têm perspectivas de trabalho e de evolução pessoal fora da escola.

Um exemplo claro disso pode ser visto na Escola Municipal Deputado Juarez de Souza, que recentemente iniciou o EJA em sua unidade para favorecer os jovens da comunidade do bairro Vila Brasil.

Educação de Jovens e Adultos
Na foto, Major Araken, os gestores Rita Nascimento Romenil Souza, alunos e visitantes do Juarez de Souza | Foto: Arquivo pessoa Ten. Romenil

Segundo a coordenadora Ana Paula, que passou as férias de 2021 visitando as famílias e convidando os jovens e adultos dessa comunidade a se matricularem, “o curso tem obtido resultados muito positivos na comunidade.”

Em comemoração aos 36 anos da escola, os gestores Rita Nascimento, Charles Delman e Romenil Souza desenvolveram no mês de abril uma programação recheada de palestras e apresentações destinadas ao público interno e externo da comunidade da Vila Brasil.

Temas como “Educação, acesso e oportunidade de emprego”, “Empreendedorismo”, “Promoção e proteção dos direitos da mulher”, foram apresentados aos jovens com a presença de profissionais da educação como a Professora MSc. Dicíola Figueiredo e muitos outros profissionais que marcaram presença durante o evento.

De acordo com depoimento de uma das estudantes, “foi muito importante para eles participar dessas palestras pois puderam aprender coisas importantes para a vida profissional e pessoal. Além disso, a escola Deputado Juarez de Souza está dando muitas oportunidades aos jovens de vila Brasil, que antes tinham que se deslocar para a Santa Luzia para conseguir estudar.”

Fala Barreiras