Siga-nos

Educação

Alfabetização e concentração nas aulas são as maiores dificuldades de alunos, mostra pesquisa

Cerca de mil professores das redes pública e privada foram entrevistados sobre o primeiro trimestre de aulas presenciais

Publicado

em

Longe da escola por tanto tempo por conta da pandemia, as crianças enfrentaram inúmeras adversidades desde a adaptação ao ensino remoto, incluindo a distância de amigos e professores. Passado esse obstáculo e com aulas presenciais retomadas, à medida que a doença foi controlada, reflexos da pandemia ainda são sentidos em meio a professores, pais e responsáveis por crianças, sobretudo das fases iniciais de ensino.

Uma pesquisa realizada pela Mind Lab, especializada em tecnologias e soluções educacionais, mostrou que os principais problemas relatados por professores estão relacionados à alfabetização e letramento, além da concentração e foco dos alunos. 985 professores da rede pública e privada, em nove estados e DF, em 412 escolas, responderam às perguntas, que investigam o cenário atual da educação brasileira.

Para 42%, a maior dificuldade encontrada no dia a dia com alunos foi de ordem emocional, como insegurança, medo e ansiedade em retornar à sala de aula. Já os problemas estruturais, desde falta de conexão à internet até computadores e dispositivos, foram sentidos por 22% dos profissionais. Também com problemas emocionais, 18% dos professores é que relataram episódios de ansiedade e crises de estres.

No que diz respeito aos processos de aprendizagens de alunos, quase metade dos professores (44%) notou mais dificuldade dos alunos em manter a concentração e o foco nas aulas e conteúdos transmitidos. E para 39% a maior dificuldade foi na alfabetização e letramento de estudantes.

Para Thiago Zola, gerente de projetos estratégicos da Mind Lab, é fundamental mapear essas dificuldades e acompanhar de perto os novos desdobramentos que a pandemia trará para a Educação. “Ainda vamos lidar com diversos efeitos colaterais do isolamento social, sobretudo de crianças mais novas, das séries iniciais de ensino. É preciso estar atento e traçar estratégias eficientes em busca da recomposição das aprendizagens”

, comenta o especialista.

Sobre a Mind Lab
Mind Lab é uma empresa brasileira e líder mundial em pesquisa e desenvolvimento de tecnologias educacionais inovadoras para o aprimoramento de habilidades e competências cognitivas, sociais, emocionais e éticas. Com a proposta de trabalhar o desenvolvimento humano para uma vida mais harmônica e feliz, as metodologias e aplicações da marca ampliam os potenciais de aprendizagem de crianças, adolescentes e adultos ao redor do mundo, com a utilização de jogos de raciocínio que provocam a vivência de situações do cotidiano. É parceira de mais de mil instituições de ensino do setor público e privado no Brasil e conta com cerca de 200 mil professores certificados para aplicação de suas metodologias, em 18 estados. Com resultados comprovados em mais de 21 países ao longo de mais de 20 anos, a metodologia Mind Lab atende milhões de alunos, sendo reconhecida e apoiada por importantes instituições nacionais e internacionais.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fala Barreiras