Siga-nos

Educação

A pandemia passou?

Como estão as escolas neste momento de pandemia? Quais são os protocolos?

Publicado

em

Protocolos de Saúde

Imagem meramente ilustrativa | Foto: Reprodução Diário do Nordeste

A pandemia deixou ainda mais clara a importância da escola, e das aulas presenciais, para garantir a educação, a saúde mental, a nutrição e a proteção de meninas e meninos contra a violência.  

Os estudantes mais vulneráveis foram os que menos puderam aprender nesses últimos anos, e muitos abandonaram os estudos. Deste modo, o retorno das aulas presenciais foi indispensável para recuperar as perdas de aprendizagem e avançar.

Porém, cabe ressaltar que a pandemia ainda não acabou e que os protocolos de segurança ainda precisam ser cumpridos pela escola para que não haja um novo surto de contágio pelo Coronavírus.

Nesse momento, em que o governo da Bahia liberou o uso das máscaras também em ambientes fechados, permanecendo a obrigatoriedade de uso somente nas unidades de saúde, é importante que as escolas da cidade se adaptam à novidade, que divide a opinião de pais e especialistas. Apesar de ser favorável ao fim da exigência, o comitê científico recomendou a continuidade da utilização por pessoas não vacinadas, inclusive crianças.

Em Barreiras, nas escolas públicas e particulares, a medida também vale, ou seja, os alunos podem ficar sem máscaras conforme o decreto Estadual n° 21.310, publicado no Diário Oficial do dia 12 de Abril. Apesar de não ser mais obrigatório para alunos, o uso de máscaras pode continuar necessário para funcionários, caso as escolas decidam. Isto porque empregadores podem continuar exigindo o uso, caso achem necessário, e os funcionários precisam acatar as regras internas.

Protocolos de Saúde
Imagem meramente ilustrativa | Foto: Reprodução Olhar Digital

A revogação das medidas restritivas nas escolas somente tem sido possível em virtude da melhoria dos números relativos aos casos graves e hospitalizações em Barreiras, pela adoção das medidas de prevenção à COVID-19 nas instituições de ensino, bem como pelo avanço da vacinação de toda a população. Porém considerando que a COVID-19 ainda é uma ameaça à Saúde Coletiva, outras medidas de proteção ainda devem ser incentivadas e devem ser respeitadas principalmente no ambiente escolar.

Os estudantes com seus pais ou responsáveis decidem se usam ou não a máscara, mas as escolas, porém, não exigirão que os estudantes a utilizem. Vale lembrar que apesar disso, ainda é necessário tomar todos os cuidados em relação à higienização, ao distanciamento e a atenção especial às crianças com sintomas gripais ou sintomas de Covid-19.

Fala Barreiras