Siga-nos

Crianças

Você conhece a brinquedoteca? Entenda a importância desse cantinho lúdico

Publicado

em

Brincadeiras são a forma mais simples das crianças produzirem atividades sociais. Talvez você até já tenha ouvido falar sobre isso. As brincadeiras são ações conscientes e realizadas de livre e espontânea vontade, recheadas de imaginação, podendo desenvolver várias habilidades e aprendizados.

Ao brincar de faz de conta, por exemplo, além de imitar muito do que vê em seu dia a dia, a criança também cria histórias, vive novos papéis e descobre muito com eles. Sem contar que algumas dessas brincadeiras também ajudam no desenvolvimento da coordenação motora. São ganhos que, independente do que escolherem fazer quando se tornarem adultos, serão de extrema importância para suas vidas.

Logo, brincar é de máxima relevância para que os pequenos se desenvolvam inteiramente. Não se trata apenas de diversão, embora o elemento diversão também esteja lá, senão não seria tão estimulante e convidativo e faz parte do aprendizado. 

Imagina só aprender de forma tediosa, apenas olhando para algo e tendo que entender o que dá para extrair daquilo. Dá sono só de pensar, não dá? Com diversão esse aprendizado é bem menos cansativo e mantém as crianças atentas. Nem percebem que estão de fato aprendendo algo. Torna-se natural.

As crianças que possuem tempo e espaço para suas atividades lúdicas se tornam pessoas mais felizes e saudáveis. E é justamente por isso que a brinquedoteca é super indicada.

O que vem a ser uma brinquedoteca, afinal?

As brinquedotecas são espaços idealizados com a intenção voltada totalmente para as crianças brincarem. 

Podem ser parquinhos ou salas com brinquedos disponíveis (de madeira, blocos de montar, eletrônicos, de tabuleiro). Também há a disponibilidade de livrinhos infantis e alguns materiais artísticos (papéis, tintas e lápis de cor). Tudo para que a criatividade tenha várias formas de se manifestar.

E as brinquedotecas não são difíceis de se criar. Você só vai precisar de um espaço de tamanho limitado, brinquedos educativos e móveis. Lembre-se de que é legal levar em consideração as necessidades de cada criança quando for montar o espaço.

Coloque um tapete confortável (pode ser um tatame), móveis bem coloridos que estimulam a criatividade, baús para colocar os brinquedos e deixe tudo sempre ao alcance das crianças. Afinal, esse espaço é todo deles. 

Ali eles se sentiram acolhidos, felizes e podem começar a dar seus primeiros passos para a independência.

E por qual motivo é considerada tão importante?

Quando crescemos, achamos que é preciso deixar a imaginação de lado, que ser muito criativo passa a ideia de ser infantil. Mas não é bem assim. 

Vai me dizer que seu chefe nunca pediu para descobrir alguma forma mirabolante de resolver um problema e que você quebrou a cabeça até encontrar uma solução que o ajudasse a amenizar a situação? Isso é ser criativo. Usamos essa habilidade mais do que pensamos e muitas vezes não nos damos conta.

O lúdico é muito necessário aos seres humanos, já que é através dele que aprendemos sobre limites, desenvolvemos habilidades sociais e o senso crítico. 

Quando as crianças se divertem brincando, elas também estão aprendendo sobre responsabilidades, situações inesperadas e sobre a sua própria personalidade diante dos demais. Isso será um incentivo e tanto para compartilhar com seus pares e fazer novos amigos.

E se você acha que só podemos aplicar essas brincadeiras e espaços às crianças pequenas está muito enganado. Em todas as idades, da pré-escola até o ensino fundamental, elas podem se beneficiar do ato de brincar. Podem usar e abusar desse recurso. O que muda são os tipos de brincadeiras. 

Os maiores provavelmente não vão mais querer construir com blocos, mas, no lugar disso, vão adorar ler histórias, jogos de tabuleiros e brincadeiras envolvidas com esportes.

Tamanha a sua importância, a brinquedoteca é vista em quase todas as escolas e bibliotecas, além de ser obrigatória em clínicas pediátricas. A ideia é deixar as crianças à vontade e que não fiquem assustadas com os ambientes novos.

Para o desenvolvimento da criatividade e das habilidades sociais qualquer hora pode ser boa para a utilização desse espaço recreativo.

A verdade é que, se eles aprendem tanto brincando, é super necessário que tenham a oportunidade de colocar em prática suas explorações várias vezes por dia, mesmo que em lugares diferentes. 

O importante é que, não importa onde essa criança vá, ela continue desenvolvendo personalidade, habilidades motoras, habilidades cognitivas e traquejo social da forma mais alegre e divertida que encontrar.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Barreiras Notícias - Fala Barreiras