Siga-nos

Construção Civil

Soluções ecológicas para as construções em Barreiras

Conheça o conceito em revestimentos, a nova tendência ente arquitetos e designers que buscam sofisticação, inovação e eficiência em Barreiras…

Publicado

em

Sofisticação

Imagem meramente ilustrativa | Foto: Entenda Antes

No passado, não havia preocupações com os impactos ambientais em relação às construções, uso excessivo de energia e ausência de áreas verdes, interessava apenas a produção. Entretanto, com o passar dos anos foi notável os resultados que esta falta de interesse causou e ainda causa em nossa sociedade.

As soluções ecológicas têm oferecido alternativas ágeis e eficientes em termos ambientais para que diversos setores possam adotar as medidas de consciência ambiental para preservar os recursos naturais. Casas modernas e ecologicamente corretas são projetadas utilizando-se soluções sustentáveis desde a estrutura até o acabamento.

A crescente necessidade de se conciliar desenvolvimento social e econômico com a preservação do planeta, tem impulsionado cada vez mais o barreirense a buscar soluções sustentáveis para as construções. Já é possível ver casas modernas com projeto de arquitetura não somente bonito, mas também altamente sustentável que, além de preservar os recursos do meio ambiente, ainda prezam pela economia financeira dos seus proprietários e moradores, sem renunciar ao conforto com o qual se está acostumado.

Com um projeto bem elaborado, é possível construir uma casa sustentável sem gastar muito mais por isso. Geralmente, a maioria dessas tecnologias se paga sozinha com a economia que geram, sem falar que valorizam a construção no caso de uma futura venda. Atualmente é mais presente o uso de projetos e soluções ecológicas em construções de Barreiras, para trazer diversos benefícios, tanto para o construtor e os moradores, quanto para o meio ambiente. Um dos benefícios é a economia e menor riscos de gastos.

Optar por soluções ecológicas é a melhor opção para que a convivência e a qualidade de vida possam ser garantidas e o cuidado com o meio ambiente, gerando bons resultados para o cotidiano, na alimentação, nas produções, economia e muito mais. Muitos arquitetos defendem que conceber projetos assim é apenas uma questão de postura profissional.

Já existem boas referências no assunto que podem servir de inspiração aos novatos. Mas, sabe-se que, para alguns, a mudança de valores ainda é difícil. Infelizmente, não existem leis no Brasil que reforcem aos designers e construtores a importância de se seguir, desde o princípio, uma linha de pensamento que leve a considerar fatores relevantes à preservação ambiental.

Para os consumidores torna-se, mais viável custear uma obra realizada de maneira convencional, porém menos ecológica. Então, pode-se dizer que são os arquitetos e engenheiros civis de hoje que possuem esta tarefa, de direcionar a construção contemporânea para um caminho onde só se realizem obras levando em consideração estas questões.

Pensando na redução no impacto do descarte de materiais de construção na natureza, cresce no mercado de revestimentos uma variedade de produtos ecologicamente corretos. Para realizar uma construção sustentável, é necessário que tais produtos sejam produzidos com o menor consumo de energia e impacto ao meio ambiente.

Parque das Águas
Parque das Águas, Barreiras|Foto: Osmar Ribeiro/Falabarreiras

Em um projeto arquitetônico, os ambientes se dividem basicamente em dois: as áreas molhadas e áreas secas. As áreas molhadas são nas plantas de casas: cozinha, banheiro e lavanderia. São áreas que precisam de materiais e revestimentos diferentes das áreas secas, pois são mais úmidas, mais susceptíveis ao mofo, precisam ser antiderrapante e para isso necessitam de tratamentos diferenciados.

Atualmente, há uma variedade de modelos e materiais de revestimentos ecológicos utilizados para estas áreas, com padrões e cores diversas. Ladrilho hidráulico, pastilhas de garrafa PET, pastilhas de coco, madeira de demolição, revestimentos de resina, e tintas ecológicas são alguns revestimentos ecológicos para realizar uma construção sustentável.

Existem revestimentos próprios para pisos e paredes, mas hoje a tendência é misturar ambos. Levando em consideração o estilo dos proprietários e o estilo da decoração dos outros ambientes da casa, é possível combinar cores e padrões para ter, além de uma construção sustentável, um ambiente harmonioso e aconchegante.

Fala Barreiras