Siga-nos

Construção Civil

Saiba a importância da Manta Asfáltica nas construções de Barreiras

A Manta Asfáltica evita trepidações e vibrações no local em que é aplicada, e ainda contribui com resistência maior aos raios UV (raios solares) que auxiliam na sua resistência às temperaturas elevadas…

Publicado

em

Manta Asfáltica

Imagem meramente ilustrativa | Foto: Reprodução FiberSals

Desenvolvida na década de 70, a manta asfáltica é composta por asfalto, elastômeros e uma manta composta tanto de vidro quanto poliéster. Sua resistência é variável e sua principal função é impermeabilizar o local em que é aplicada.

É um revestimento impermeabilizante, comumente usado em telhados, lajes e coberturas, principalmente por sua facilidade e capacidade de isolamento térmico. Muitos construtores e arquitetos a empregam em seus projetos, pois sua aplicação é bem simples e depende apenas de alguns cuidados específicos.

A impermeabilização com a manta asfáltica tem uma finalidade muito importante. Por ser um tipo de material, geralmente à base de asfalto, que deve ser aplicada nas construções sujeitas a um grande contato com água, impedindo assim o processo de infiltração, sua função também é proteger os materiais construtivos das edificações contra a degradação, visto que a maioria sofre deterioração em função da presença de água e vapores agressivos.

Além disso, a manta evita trepidações e vibrações no local em que é aplicada, e ainda contribui com resistência maior aos raios UV (raios solares) que auxiliam na sua resistência às temperaturas elevadas. Por isso, a aplicação da manta asfáltica nas construções em cidades como Barreiras pode trazer muitos benefícios. Além de proteger a construção, preservar o telhado da umidade também é uma forma de preservar os móveis e eletrodomésticos, pois a infiltração, de certa forma, reduz a vida útil de todos os objetos que mantém contato com o passar do tempo.

Imagem meramente ilustrativa | Foto:
Reprodução FiberSals

Para que seja aplicada, a manta asfáltica depende de um maçarico de alta pressão com acionamento ligado a um botijão de gás. Além disso, deve haver uma garantia de que o local está limpo e seco, e testes devem ser feitos nas primeiras 72 horas para garantir.   

Para aplicar, por mais que não seja algo muito complexo, é importante sempre contratar profissionais qualificados para que tenha garantias da eficiência do produto. Dessa forma a casa fica protegida da umidade e infiltrações causadas pela chuva.

Em Barreiras, o mercado da construção civil caminha em ritmo acelerado quando o assunto é sustentabilidade. A impermeabilização em edificações nunca foi uma prioridade construtiva, contudo, nos últimos anos a conscientização de sua importância vem crescendo, assim como a tecnologia dos materiais, métodos de aplicação e manutenção.

Por trás de qualquer projeto, a impermeabilização é um item imprescindível que necessita ser 100% fiscalizado para não haver riscos de irregularidades durante o processo da aplicação e com isso, evitar gastos com a recuperação dos elementos afetados.

Se tratando de sustentabilidade, em muitos casos a opção por sistemas impermeabilizantes à base d’água é uma escolha correta, pois atualmente existe uma variedade de soluções eficazes para diversos tipos de solicitações e substratos.

Dentre elas, podemos citar as emulsões acrílicas e asfálticas elastoméricas; os impermeabilizantes cimentícios, que já são largamente utilizados em muitas situações; os hidrofugantes adicionados às argamassas e ainda uma série de produtos formadores de redes poliméricas impermeáveis que são base água ou isentos de solventes orgânicos.

Imagem meramente ilustrativa | Foto: Reprodução FiberSals

Vale lembrar que lajes de cobertura, piscinas suspensas, piscinas enterradas, banheiros e todas as áreas com propensão a receber grandes quantidades de água, ou que permanece molhada a maior parte do tempo da vida útil da edificação, necessitam de atenção especial nesse sentido.

Cada ambiente demanda um processo e tecnologia diferente de implantação para garantir a máxima eficiência de estanqueidade. Grande parte dos problemas associados às impermeabilizações podem ser verificados e solucionados nos estágios iniciais de desenvolvimento da construção.

Deste modo, a impermeabilização é responsável pelo selamento e vedamento dos poros e falhas em construções, sejam elas providas por momentos estruturais ou por vícios construtivos de preparo e execução, resultando em maior conforto, segurança aos usuários finais.

É uma das etapas da construção civil de suma importância que muitas vezes é deixada de lado, por motivos de corte em gastos e/ou desinformação, acarretando no aparecimento de anomalias decorrentes de umidade. Em muitos casos, as construtoras não dão a devida importância para o projeto de impermeabilização, como dão aos demais projetos, ficando em segundo plano.

Fala Barreiras