Siga-nos

Construção Civil

Guarda-roupa inteligente: como montá-lo com poucas peças

Publicado

em

Imagem meramente ilustrativa | Foto: Pexels

Ter um guarda-roupa inteligente é uma forma de manter em seu armário apenas a quantidade necessária de peças para o dia a dia, para o trabalho e para ocasiões especiais, sem excessos e apenas com itens de qualidade.

Vivemos em uma sociedade onde a imagem que as pessoas transmitem é muito importante para o seu reconhecimento como indivíduo e profissional. Ao mesmo tempo, estamos constantemente diante de estímulos de consumo.

A indústria da moda é muito poderosa e coloca à disposição peças praticamente irresistíveis dentro das lojas. Somando estes 3 aspectos, o que vemos são pessoas comprando roupas em excesso.

Infelizmente, é muito comum ver guarda-roupas abarrotados de opções que nunca são usadas e de peças que foram compradas por impulso. Praticamente todo mundo já cometeu esse erro, mas chegou o momento de reverter essa situação.

O guarda-roupa inteligente procura evitar justamente esse excesso desnecessário e fazer com que o indivíduo tenha apenas aquilo que vai usar e que possa variar os modelitos, sem precisar de inúmeras peças diferentes.

Pensando nisso, vamos explicar o conceito de guarda roupa-inteligente, de onde ele surgiu, falar sobre a importância das roupas para a imagem e dar algumas dicas para montar este guarda-roupa.

O que é e como surgiu o guarda-roupa inteligente

Nos últimos anos, as pessoas passaram a avaliar com cuidado a maneira como se comportam, indo além dos padrões impostos pela sociedade.

O universo da moda é pioneiro em mudanças e sabe quebrar paradigmas como nenhum outro mercado, portanto, também faz parte das mudanças que estão acontecendo e que envolvem este setor.

Assim como um robô assistente educacional ajuda a otimizar as tarefas dentro de uma escola e a reduzir o desperdício de vários materiais, existem conceitos que incentivam práticas sustentáveis e combatem o consumismo fashion.

O guarda-roupa inteligente, também conhecido como armário cápsula, surgiu na década de 1970, por meio da estilista Susie Faoux, que passou a unir peças atemporais e versáteis.

Como falamos anteriormente, é muito comum ver pessoas comprando roupas em excesso e peças que muitas vezes nunca vão utilizar ou que utilizaram pouquíssimas vezes.

O armário cápsula surgiu tendo como objetivo criar o guarda-roupa atemporal informado apenas por peças que são usadas durante uma estação e posteriormente são trocadas por outras.

Várias influenciadoras digitais abordam esse tema e explicam um pouco mais sobre esse conceito em seus canais, mostrando os desafios de optar por um estilo de vida mais sustentável, sem perder a elegância.

O objetivo é fazer com que as peças conversem entre elas, ou seja, que seja possível criar várias combinações sem precisar comprar uma grande quantidade de roupas.

Quem não gasta muito nesse sentido tem mais dinheiro para fazer outros investimentos, como instalação de fechadura elétrica, reformas, viagens, trocar de carro, entre outras possibilidades.

Para criar um armário cápsula com tudo aquilo que você precisa, existem algumas peças que são fundamentais, tais como:

  • Camiseta branca ou preta;
  • Calça jeans;
  • Casaco;
  • Meias;
  • Roupa íntima.

Além disso, cada peça precisa ter boa qualidade, tendo como intuito fazer com que dure mais tempo, evitando a necessidade de comprar novamente.

Investir no guarda-roupa inteligente também é uma forma de se conhecer melhor, adotar um estilo de vida sustentável e pensar antes de comprar uma peça.

Importância das roupas para nossa imagem

Várias pesquisas mostram que as roupas, juntamente com a essência do indivíduo, combinando com o papel profissional que a pessoa desempenha, além de colaborar com a construção de sua imagem, também melhora a realização das atividades profissionais.

O ato de se vestir transmite uma mensagem que diz muito sobre quem somos. As pessoas precisam adquirir o hábito de se investir com harmonia, respeitando sua essência e seus objetivos de vida.

Isso vai fazer com que a autoimagem seja positiva, mesmo que o indivíduo esteja diante de um momento desafiador, como no caso de um processo seletivo em uma confecção de fantasia masculina anos 60 70 e 80.

Muitos não sabem, mas se vestir é uma forma de expressar, por meio de roupas e acessórios, quem somos e o que queremos para a nossa própria vida.

Alguns especialistas no assunto afirmam, até mesmo, que parar diante do espelho e pensar na roupa que vai vestir é uma forma de mostrar ao mundo quem você é.

As roupas possuem símbolos e o cérebro faz uma leitura imediata dessa simbologia. Por meio dessa leitura, as pessoas podem ser estimuladas a adotar atitudes compatíveis com a roupa que estão usando.

As roupas são a segunda pele do ser humano e devem ser usadas a mão sou a favor. Olhe-se em um espelho para banheiro e escolha um look que seja compatível com o humor que você quer atingir.

Sem dúvidas, cada peça é capaz de contribuir com a autoimagem e, até mesmo, elevar a produtividade diária, tanto na vida pessoal quanto na vida profissional.

Dicas para montar um guarda-roupa inteligente

Agora que você já entende o conceito de guarda-roupa inteligente e a importância das roupas para a imagem que queremos transmitir, vamos dar algumas dicas para você montar o guarda-roupa inteligente e viver de maneira mais sustentável.

É necessário selecionar bem as peças e colocá-las em evidência dentro do armário. Com isso, é possível montar looks de maneira muito mais rápida, segura e de acordo com a sua personalidade. Algumas dicas são:

Variar a quantidade de blusas

Quando você vai a algum lugar, encontra um amigo ou se depara com alguém acidentalmente na rua, a primeira coisa que observa é o que a pessoa está vestindo da cintura para cima.

Se você for até uma lavanderia de roupas mais próxima, também vai perceber que a quantidade de blusas dos mais variados tipos é muito maior do que de outros itens.

Nesse sentido, blusas, casacos e outros acessórios são peças muito notadas e por essa razão precisam ser diversificadas.

A mesma coisa não acontece com calças, bermudas, saias e shorts, ou seja, você pode repeti-los várias vezes e com blusas diferentes, que dificilmente serão notados.

Quando for compor seu guarda roupa, vale a pena optar pela proporção 5 blusas que combinam com uma parte de baixo, pois isso vai te ajudar a fazer mais composições.

Fazer combinações

Para ter um verdadeiro armário cápsula, é necessário experimentar combinações diferentes entre as partes de cima e de baixo.

Quanto mais combinações você conseguir fazer com suas roupas, melhor. Agora, se existe alguma peça que você acha muito difícil de combinar, talvez não seja interessante mantê-la no guarda-roupa.

Ao contrário, por exemplo, de uma roupa de ciclismo castelli e das roupas de academia que possuem funções específicas e por isso precisam fazer parte do seu armário.

As combinações devem ser consideradas para todas as estações do ano, assim sendo, procure comprar peças que possam se adaptar tanto às baixas quanto às altas temperaturas.

Escolher as cores certas

Todo mundo tem uma cor preferida e isso é normal, então, compre peças dessa cor e subtons dela para compor o guarda-roupa.

Lembre-se de que é muito importante que o seu armário reflita a sua personalidade e a mensagem que você quer transmitir para as pessoas.

Dentro da confecção, as roupas são preparadas com ferros de passar roupa industrial, para que chegue em perfeitas as mãos dos consumidores, portanto, vai ser fácil escolher o modelo e o tom que realmente combina com você.

Mas se você gosta de tons mais vibrantes, não se esqueça de que também é muito importante escolher itens como cores neutras, como preto, branco, bege, marrom, cinza e assim por diante.

São tons fáceis de combinar com outras cores e que ajudam a diversificar as roupas, de acordo com aquilo que você gosta e que está de acordo com o seu dia a dia.

Optar por peças versáteis

Por fim, mas não menos importante, escolha peças versáteis, ou seja, roupas que sozinhas formam um look completo, como no caso dos vestidos e macacões.

O ideal é ter entre 3 e 4 peças desse tipo, pois elas podem ser utilizadas em diferentes ocasiões. Por exemplo, um vestido midi pode ser usado no dia a dia dentro de um escritório de um fabricante de trilho para porta de correr de armário.

Da mesma forma, pode ser usado o ano todo, em diferentes estações, podendo ser combinado com um casaco, uma bota, uma sandália e assim por diante.

Considerações finais

O guarda-roupa inteligente é uma forma de se vestir bem, sem gastar muito, sem comprar itens desnecessários e adotando um estilo de vida muito mais sustentável e correto para com o meio ambiente.

É perfeitamente possível estar sempre bem vestido sem que isso signifique ter um guarda-roupa abarrotado de coisas que você não usa. Criar seu armário cápsula vai tornar seu dia a dia muito mais fácil e destacar sua personalidade por meio das suas roupas.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fala Barreiras