Siga-nos

Viral

Todo apoio ao Direito luta dos PMs na Bahia

Publicado

em

Ronaldo Santos*

O “Des” governo do PT da Bahia, Jacques Wagner, repete a mesma falta de tato político já conhecido em 2012, durante a Greve da PM que durou cerca de 12 dias, quando o mesmo estava de férias nos Estados Unidos. Durante a greve de 2012, o governo renunciou a condição de governo e deu lugar a incompetência, a arrogância e o despreparo em lidar com situações estando no poder e acabou que a PM Bahia, derrotando o “Des”governo em uma greve histórica, onde as forças armadas, com 5 mil homens cercou, 352 soldados da PM que ocupavam a Assembleia Legislativa da Bahia, e no final ele teve que ceder a GAP aos PMs e a tropa saiu unida e com um acumulo de força muito grande, e o governo prendeu um dos lideres da PM, Prisco e depois diversos outros guerreiros da PM que ficaram presos no batalhão de choque, dezenas e dezenas de Praças foram perseguidos pelo “Des”governo Petista e respondem criminal e administrativamente.

Em 2014, mais precisamente no dia 15 de abril, 15 mil soldados da PM e oficiais, se reuniram em uma assembleia histórica. Todas as associações se uniram em torno de luta pela modernização da Policia Militar da Bahia, depois após nove meses de negociação com o “Des” governo e sem êxito, a Tropa reunida dia 15 de abril, deliberou pela greve da PM Bahia. O “Des” governo do PT, Jacques Wagner malvadeza, subestimou a ideia de greve e quando percebeu que de fato a greve estava na boca de casa, ele enviou uma proposta melhor na hora da assembleia e os 15 mil homens deliberam a favor da greve. O “Des” governo do PT, a SSP, O comandante geral da PM, vieram a imprensa dizer que foram pegos de surpresas pela greve. Mentira ! Eles não tiveram nenhuma vontade política de assumir uma proposta de modernização da PM, e melhorar as condições de vida dos profissionais, e quando a bolha explodiu, só restou ao “Des” governo medíocre do PT tentar jogar a população contra a greve legítima dos PMs.

A PM parou, essa era a música cantada durante os três dias de Greve e durante os 3 dias, o governo, tentou manipular a opinião pública, governo esse que não goza de nenhum prestígio mais perante a população baiana. O “Des” governo ameaçou, usou seus cachorros na ALBA para tentar intimidar os guerreiros da PM, mas não conseguiu. A essa altura muitos homicídios em todo o estado e o número maquiado como sempre. Dezenas e Dezenas de homicídios durante toda a greve, no entanto vale a pena frisar que todos os dias, há dezenas de homicídios na Bahia, e não foi por conta da greve que o número aumentou a Bahia, é um estado imenso e o “Des” governo maquia os números como sempre. No terceiro dia de Greve, o “Des” governo sentou com a tropa, e melhorou a proposta feita anteriormente. O do arcebispo prismaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, colocou-se disposto à ajuda nas negociações e participou da mesa negociadora. A proposta enfim foi levada a assembleia da categoria na Quinta Feira 17 e após exposição da última proposta do “Des” governo a Tropa aprovou o fim da Greve.

O Beijo de Judas… O “Des” governo do PT Jacques Wagner e Dilma traem os baianos e em menos de 24hs após o termino da greve, mandaram a Polícia Federal prender o líder da greve Prisco, numa política de revanchismo e descumprimento de acordo político. Uma atitude de traidor do Senhor Jacques Wagner malvadeza e da Senhora Presidente Dilma Dragon Sef… a atitude revanchista do “Des” governo do PT teve um efeito colateral talvez inesperado ou já esperando pelo Bin Ladem Wagner, pois toda a tropa imediatamente pararam, entraram em paralisação e se aquartelaram em menos de 24hs. Tudo isso fruto de incompetência política e da nova atividade do “Des” governo do PT de criminalizar os movimentos de greve no país e perseguir as suas lideranças. Essa atitude irresponsável apenas agrava ainda mais a insegurança e oportuniza uma retaliação de maneira generalizada. É inadmissível que demandas de cunho trabalhistas estejam sendo elevadas ao patamar de insurgência à segurança nacional.

A prisão de Prisco, é ilegal, é imoral, é inconstitucional. O Batman, o Super Boy Ministro da “In”justiça Eduardo Cardoso, o mesmo culpado pela morte de centenas de índios no Mato Grosso do Sul, veio a Salvador, passear e falou em Inconstitucionalidade da greve, mas ele se esqueceu que o PT apoiou e financiou a greve de 2001 e que o Jacques Wagner Malvadeza, criticou a postura do então adversário e inimigo político Cesar Borges, hoje aliado do PT. Veja discurso de Jacques Wagner, quando o mesmo estava como deputado Federal. http://www.youtube.com/watch?v=SvK2qR6QAYI e hoje esse ‘Des” governo desdiz tudo, e criminaliza o movimento grevista, persegue o líder da greve Marcos Prisco, cujo mesmo outrora foi aliado de Jacques Wagner e do PT em 2001. Ainda em 2001, o Lula, afirmou o direito da PM fazer greve. Veja a Matéria http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/direto-ao-ponto/lula-a-pm-pode-fazer-greve-o-governo-quis-passar-a-impressao-de-que-sem-policial-na-rua-todo-baiano-e-bandido/ logo cai por terra as argumentações que a base petista defende e espalha pelas redes sociais, de que é um jogo da burguesia, e que é uma movimentação eleitoreira. A prisão do soldado Prisco, irá incendiar a PM e o desfeixo desse terrível e triste episódio ainda é desconhecido, porem a certeza que temos é que o “Des” governo Jacques Wagner Bin Ladem, deu um tiro no pé mais uma vez e mais uma vez ele irá se fazer de vítima e criminalizar pais de famílias, mães de famílias, filhos e filhas, tios e tias, que lutam por dignidade e condições de trabalho.

É incrível como a “In”justiça leva anos para julga e prender meia dúzias de mensaleiros petistas e num piscar de olhos, mandam prender um guerreiro, um líder, um soldado de luta, (Prisco). É incrível como o TJ-BA é subserviente ao “Des” governo da Bahia, pois esse mesmo “Des” governo descumpri decisões do TJ-BA e o mesmo não tem a mesma rapidez e dinâmica para fazer-se cumpri decisões que são contra o “Des” governo. Qual é o Segredo? Será que a história nos diz algo? Por que essa mesma “Justiça” não mandou prender Sergio Gabriele e Dilma Rousseff, por superfaturar a comprar de uma refinaria em Pesadena dando prejuízo a Petrobrás de bilhões de Reais? Por que o Ministério Público Federal não investiga o déficit bilionário dos cofres público da Bahia? Bandido na Bahia tem nome e endereço, Jaques Wagner, Centro administrativo da Bahia, Governadoria, ali bem ao lado do Ministério Público Federal.

O PSOL é contra todo e qualquer criminalização de movimentos grevistas, de manifestações populares, de perseguições de lideranças. Essas atitudes não engrandecem e não enriquecem nação alguma, pelo contrário, ela nos enfraquece, por que aquilo que é de mais sagrado, é negado, que é o direito de lutar e justamente o (PT) Ontem partido dos Trabalhadores e hoje Partido dos TRAIDORES, que nasceu dos seios da classe trabalhadores, que nasceu das lutas, é quem mais persegue o trabalhador com os teus aliados.

Nós do PSOL apoiamos e somos solidários a greve da PM, repudiamos veementemente a prisão de Prisco e exigimos de imediato a sua soltura.

Quando um Governo não governa, ‘Des” governa e desrespeita a Constituição, desrespeita o povo pobre trabalhador, o povo tem o dever político e moral de levantar-se contra ele.

01

Ronaldo Santos é membro da Executiva Nacional do PSOL e Secretário Geral do PSOL na Bahia.

Fala Barreiras