Siga-nos

Filmes e Séries

Crítica da série Asas da Ambição Netflix

Descubra a crítica da série Asas da Ambição, uma narrativa intensa sobre ambição e obsessão, que explora o conflito geracional no mundo do jornalismo.

Publicado

em

Crítica da série Asas da Ambição Netflix

Crítica da série Asas da Ambição Netflix – Imagem: Divulgação Netflix

 

Vamos começar a crítica da série Asas da Ambição explorando a intrigante narrativa entre Asli e Lale, que se desenrola em um telejornal turco. Com uma narrativa frenética e intensa, a série mistura elementos de “Avenida Brasil” e “Revenge”, trazendo uma visão crítica sobre o conflito geracional entre a Geração X e a Geração Z no mundo do jornalismo.

Enredo e Desenvolvimento

A série apresenta Asli, uma estagiária obcecada por alcançar o sucesso de Lale, uma jornalista renomada. A trama se desenrola ao longo de 8 episódios, destacando como Asli manipula e cria uma teia de mentiras para atingir seus objetivos. A obsessão de Asli revela-se perigosa, mostrando como ela pode destruir vidas com um único tweet ou disseminando fake news.

Mensagem e Temática

Além de ser uma novela moderna, “Asas da Ambição”

aborda temas atuais como o imediatismo da Geração Z e a luta pela relevância nas redes sociais. A série destaca a diferença de mentalidade entre as gerações e como a busca pelo sucesso pode levar ao extremo.

Performances e Direção

A direção de “Asas da Ambição” lembra a série “Love 101”, com uma estrutura narrativa similar. As performances são sólidas, mas a série peca em momentos caricatos, como as cenas de luta no final. No entanto, essas falhas não comprometem o ritmo frenético e intenso da narrativa.

Redação Site On