Siga-nos

CARRO E MOTO

Álcool X Gasolina: Qual é o melhor para seu bolso?

Para a grande maioria das pessoas, ainda se discute entre o derivado de petróleo e suas variações e o composto de etanol…

Publicado

em

Combustíveis

Imagem meramente ilustrativa | Foto: Freepik

O mundo inteiro debate cada vez mais as alternativas de combustíveis que podemos adotar. Essas opções variam entre o já antigo debate entre álcool X gasolina, até novas opções de insumos mais ecológicos, baratos e sustentáveis.

Para a grande maioria das pessoas, ainda se discute entre o derivado de petróleo e suas variações e o composto de etanol.

Essa decisão é tomada na frente da bomba do posto de gasolina ou antes de comprar um novo veículo. Em geral, o preço é o principal fator de escolha.

Por muito tempo, até os anos 1970, os combustíveis derivados do petróleo dominavam o mercado, mas com uma grande crise, surgiu dos canaviais um rival à altura: o etanol.

A concorrência se estabelece não com um melhor que o outro, mas com potencialidades diferentes.

Tão grande quanto a discussão sobre câmbio automatizado ou câmbio manual, surgiu o debate sobre qual é o melhor meio para abastecer carros, motos, carretas e caminhões. Existem muitos pontos de vista a serem analisados.

O avanço da tecnologia automotiva permitiu que o mesmo veículo pudesse ser abastecido por álcool ou gasolina ao mesmo tempo ou que o motorista fizesse escolhas levando em conta as variações de preço.

Pensando a partir do prisma de eficiência energética, o álcool e a gasolina apresentam características bem diversas. Antes de tudo, é importante lembrar que no momento de analisar a diferença delas é entender que a qualidade desses pontos é fundamental.

Tanto a gasolina quanto o álcool podem ser alterados ou serem distribuídos com uma qualidade, ou seja, grau de pureza, mais baixo, o que reduz drasticamente a eficiência e ainda gera sérios prejuízos à segurança e rendimento do veículo. 

Para fazer um cálculo mais exato dos custos e benefícios do álcool e da gasolina, é preciso levar em conta uma análise global tanto do rendimento do combustível por si só, como a estrutura do veículo, sua manutenção e a necessidade de uso do dono do veículo.

Muitas vezes o preço é levado como único fator, mas o combustível mais barato também é o que apresenta o menor rendimento e, no pior dos casos, quando se escolhe postos com bandeiras de menor confiança, gera prejuízos ainda maiores para a integridade do veículo.

Esse debate é corrente há tanto tempo que muitas informações antes difundidas hoje já não são tão válidas, por isso é importante entender as diferenças dos dois combustíveis e as vantagens de cada um em diferentes cenários. 

Diferenças e vantagens entre a gasolina e o álcool

Muito tempo se passou sem que o debate sobre a escolha entre gasolina e álcool tivesse um arrefecimento. Atualmente, as duas podem até se misturar, mas ainda apresentam características muito diversas.

De forma geral, é possível dizer que apesar de mais barato, o álcool rende menos no tanque de combustível que derivados de petróleo, ou seja, a gasolina. Colocando em números, o rendimento do etanol tende a ser até 30% inferior ao da gasolina.

Mesmo que na maioria dos casos o álcool seja mais barato que a gasolina, em especial em momentos de crise envolvendo o aumento do preço de petróleo, essa diferença da eficiência é bastante sensível no bolso dos motoristas. 

É até bastante simples aferir as diferenças e vantagens ou desvantagens entre gasolina e álcool, não são necessários nem muitos aparelhos como alinhador automotivo 3d. A própria percepção do consumidor já pode dar todas as informações necessárias para a escolha.

As principais vantagens da gasolina é que o seu consumo é consideravelmente menor que o de outros combustíveis, com isso, é possível passar mais tempo sem que seja necessário reabastecer o tanque. 

Outro ponto positivo é que a combustão a partir da gasolina é maior que a do álcool provindo do etanol. Com mais potência interna, é natural que o motor se desgaste menos no dia a dia e que o próprio combustível seja consumido de forma mais lenta.

Por outro lado, a gasolina, chamada de comum a queima de combustível, gera resíduos no motor e, com o tempo, o veículo passa a demandar de mais combustível e necessita de uma manutenção mais exigente e custosa.

Por fim a gasolina é um combustível mais poluente do que o etanol e outras fontes, um ponto sensível socialmente é que ele não é uma fonte renovável.

Então, em algum momento vai acabar, porém, de forma geral a maior barreira da gasolina é o seu preço maior que o do álcool.

Já o álcool traz um leque diferente de vantagens, que estão associadas a questões ecológicas e de redução de custos de manutenção do motor e do carro como um todo. De forma geral, o etanol tem um impacto menos agressivo ao meio ambiente.

O principal argumento para dizer que o etanol é responsável por uma diminuição da emissão de gás carbônico, responsável pelo agravamento do aquecimento global, da poluição e da redução da qualidade de vida.

O etanol é advindo de uma diversidade imensa de fontes vegetais, em especial a cana-de-açúcar, diferente da gasolina esses derivados do álcool são renováveis.

Também em contraponto a gasolina, o álcool não suja o motor e em carros flex, ainda realizam uma limpeza.

Os pontos negativos do etanol são as questões de que ele se consome mais rápido, então o motorista acaba tendo que abastecer com mais frequência. Outro ponto sensível é que em dias frios, o álcool perde seu poder de combustão.

Qual vale mais a pena hoje, afinal?

Seja quem está tirando a cnh primeira habilitação ou quem já tem mais experiência em dirigir e manter os custos de um carro, sabe que o combustível é uma grande questão. Com crises econômicas e de abastecimento, esse quesito fica ainda mais volátil.

A gasolina ainda é a opção mais escolhida pelos brasileiros, mas os custos assustam cada vez mais os motoristas.

Esse combustível é derivado do petróleo em seu estado mais puro. De forma geral, é produzido por grandes petrolíferas e pode possuir aditivos que melhoram sua performance.

A questão da escolha de qual combustível adotar para o seu carro vai depender também do estado mecânico dele, se ele é dos modelos mais novos com tecnologias não só referentes ao consumo de combustível como de direção assistida elétrica ou modelos mais antigos.

Também é importante verificar a limpeza do tanque de combustível e de todo o sistema de combustão do carro, fator esse que pode afetar diretamente no desempenho e no consumo tanto do álcool quanto da gasolina.

As opções de tipos de gasolina e etanol são tão variadas quanto as opções de limpeza interna de carros. Essas variações podem ser a escolha mais eficiente de acordo com o seu tipo de veículo ou necessidade de uso.

Dicas necessárias antes de abastecer seu veículo

Além de decidir qual será o combustível que vai mover o seu automóvel, existem várias questões que precisam ser pensadas para que abastecer o carro, moto ou qualquer outro veículo não vire uma dor de cabeça ou gere outros prejuízos.

As principais dicas nesse sentido são: 

  • A credibilidade da bandeira do posto; 
  • Frequente um ou mais postos de confiança;
  • Fique atento durante o abastecimento; 
  • Documente as notas fiscais para ter uma garantia jurídica; 
  • Consulte os valores direto no posto, não confie em aplicativos; 
  • Veja as credenciais da ANP no posto; 
  • Não confie em valores muito abaixo do mercado.

O dono de carro sabe como é prazeroso investir na manutenção e no aprimoramento do seu automóvel como a instalação de bloqueador e rastreador veicular via celular, mas o verdadeiro cuidado está em abastecer com combustíveis seguros e eficientes. 

Considerações finais

Em especial, nos últimos anos, é difícil de conhecer um dono de automóvel que não precisou de uma calculadora, um bloco de papel e um lápis para pôr na ponta do grafite os cálculos relacionados aos combustíveis.

Aumentos no preço da gasolina viraram rotina, e o álcool cada vez mais é uma opção viável e mais econômica. Para escolher corretamente, é necessário entender a complexidade de cada uma das especificações de combustíveis e quando escolher cada uma.

Pode-se dizer que apesar de mais cara e poluente, a gasolina ainda é a opção que apresenta o melhor desempenho tanto em tempo de consumo quanto potencial de combustão. Já o etanol é mais barato, sustentável e limpo, porém, se consome mais rapidamente.

Esse pensamento deve ser aprofundado, como a escolha de um polimento para carros pretos, pois ele afeta diretamente o desempenho do veículo no dia a dia e também a integridade de seu mecanismo de abastecimento à longo prazo.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Fala Barreiras