Siga-nos

BEM-ESTAR

10 dicas para melhorar suas noites de sono

Publicado

em

Imagem meramente ilustrativa | Foto: Freepik

Estando ou não passando por um período de pandemia, muitas pessoas comentam sobre seus problemas de insônia, que persistem de forma inconveniente, afetando as noites de sono e trazendo malefícios para o físico e para a mente.

Nota-se claramente pelos depoimentos que transtornos psicológicos podem ocorrer, mesmo que de forma imperceptível a princípio. 

A tendência da maioria é se distrair com alguma atividade, como polir o corrimão em ferro galvanizado, por exemplo. Não deixa de ser uma atitude propícia, já que o sono insiste em não vir. 

Porém, isso pode deixar a pessoa um pouco nervosa, pois os fatores que levam a insônia são muito maiores e preocupantes do que se possa imaginar.

Dormir mal durante a noite afeta a qualidade de vida, porque no momento em que é necessário maior atenção para um operador de rastreamento veicular ele vai se distrair, em virtude do cansaço extremo e a sua imagem de responsabilidade pode ser afetada.

Os especialistas que lidam com os problemas de insônia, muito mais frequente nos últimos tempos, recomendam em média 8 horas de sono diariamente. Esse número de horas é extremamente importante, desde que não ocorram interrupções no período.

O número de horas pode variar e depende da idade de cada indivíduo e das necessidades exigidas para que o corpo se desenvolva melhor, mesmo que a atividade profissional seja a fabricação de dutos de ar condicionado, muito pesada, aliás.

Importância de uma boa noite de sono

Dormir bem não significa ter que cumprir exatamente com o total de horas indicado. É importante que o sono tenha qualidade, para que a pessoa se sinta bem e descansada ao se levantar para as suas atividades rotineiras.

É importante, também, que o sono seja regular quanto ao horário de se deitar, um fator essencial para criar um hábito que é impossível para quem trabalha em uma oficina mecânica mais próxima da residência, pois o serviço é prestado 24 horas por dia.

Conforme falado anteriormente na média de 8 horas de sono por dia, os especialistas e médicos aconselham o seguinte padrão para que a qualidade das noites de descanso sejam apropriadas e benéficas à saúde, por exemplo:

  • Adultos: de 7 a 8 horas regularmente;
  • Adolescentes: cerca de 8 a 10 horas por dia;
  • Crianças: de 9 a 13 horas;
  • Bebês: de 12 a 16 horas.

A quantidade das horas dormidas favorece o ciclo de sono completo do organismo do indivíduo que lida com equipamentos para piscina jacuzzi, e essas fases, quando completadas adequadamente, trazem inúmeros benefícios. 

As fases do sono são:

  1. Início do adormecimento (entre estar acordado e dormindo);
  2. Sono leve (a temperatura e batimentos cardíacos diminuem);
  3. As ondas cerebrais diminuem o ritmo (sono profundo);
  4.  O organismo libera hormônios do crescimento e o corpo recompõe a energia;
  5. Início dos sonhos e o cérebro realiza uma faxina mental.

Portanto, dormir bem induz a uma vida mais saudável, fortalecendo o sistema imunológico, liberando a produção de alguns hormônios e consolidando a memória da pessoa que trabalha na separação de resíduos industriais, por exemplo. 

Dito isso, uma boa noite de sono, com muita qualidade, também ajuda nas seguintes situações, tais como: 

  • Mantém o peso saudável e adequado;
  • Diminui o risco de diabetes e problemas cardiovasculares;
  • Diminui a frequência das doenças;
  • Reduz o estresse;
  • Melhora o humor e a socialização;
  • A concentração no controle de pragas em estabelecimentos comerciais melhora;
  • Evita acidentes provocados pelo cansaço.

Quando o sono é suficiente, aumentam as chances da vida ser mais produtiva e a sensação de bem-estar dá condições das atividades serem realizadas com mais atenção e responsabilidade.

Quais são os riscos de uma noite mal dormida?

Quando o sono não cumpre a rotina de pelo menos 8 horas por noite, o funcionamento do organismo é prejudicado e algumas doença podem aparecer ao longo do tempo, por exemplo, as listadas abaixo:

Obesidade

Dormir menos de 6 horas por noite aumenta a chance de ganhar peso, diferente daqueles que adotam hábitos saudáveis de sono. 

Dito isso, não são só os adultos, as crianças também podem engordar consideravelmente.

Diabetes

Privar-se do sono está diretamente ligado à falta de controle do açúcar na corrente sanguínea pela insulina e pode levar a diabetes tipo 2.

Hipertensão Arterial e Doenças Cardiovasculares

Noites de sono mal dormidas aumentam os riscos de calcificação da artéria coronária, podendo levar a um ataque cardíaco. Esse mal hábito aumenta a pressão arterial, por causa da irregularidade nos batimentos do coração.

Alterações no Sistema Imunológico

Ao privar-se do sono adequado os níveis de mediadores inflamatórios alteram, diminuindo a imunologia do corpo e a pessoa não resiste a uma provável infecção.

Resfriados Constantes

Menos de 7 horas de sono por noite aumenta em até três vezes a possibilidade de resfriados frequentes.

Transtornos Mentais

A saúde mental também é afetada com a privação de boas horas de sono e ela causa, principalmente, a depressão, hoje considerada como uma doença mental frequente, cuja taxa aumenta a cada dia.

Os estudos realizados apontam que dormir em torno de apenas 5 horas, ou até menos, aumenta cerca de 15% os riscos de morte de um indivíduo.

Dicas para uma noite de sono com qualidade

É bem difícil e complicado lidar com problemas de insônia. Ela normalmente persiste, sem dar trégua, impedindo que o “sagrado” momento de descanso, depois de um dia atribulado, possa ser conseguido mais facilmente.

Porém, seguindo algumas dicas muito adequadas, as pessoas podem conseguir que suas noites de sono possam ser mais agradáveis, deixando-as bem recuperadas para o dia seguinte, até mesmo para o auto socorro mecânico. São elas:

1- Criar rotinas e segui-las

Construir uma rotina ajuda a ajustar o relógio biológico e, para quem estiver trabalhando no sistema home office, é necessário definir quais as horas que são destinadas ao trabalho e quais serão as dedicadas para outras atividades.

2- Aproveitar o sol

O sol da manhã tem função restauradora e auxilia na hora do sono, encontre um lugarzinho para tomar sol pela manhã ou à tarde.

3- Ter uma alimentação adequada

Alimentos corretos fazem total diferença na hora de dormir e os mais gordurosos devem ser evitados, assim como os indigestos.

Para isso, é bom jantar algumas horas antes de ir para a cama, sempre priorizando uma alimentação leve, para não atrapalhar o sono.

4- Fazer exercícios físicos durante o dia

Os exercícios são muito importantes para a saúde mental do indivíduo e podem ser realizados em casa, na impossibilidade de ir a uma academia ou caminhar por um parque.

Eles aumentam a sensação de bem-estar, combatem a depressão e diminuem a ansiedade. Alongamentos são ótimos para tirar o estresse, relaxam o corpo e na hora de ir dormir o corpo se deixa levar suavemente.

5- Cuidar da saúde mental

Para isso, mantenha sempre o contato com amigos e familiares, pela internet ou ligações telefônicas.

Cozinhe os pratos preferidos, cante, escreva poesia ou textos, por exemplo, caso seja de agrado pessoal.

Porém, tente evitar ao máximo muitas notícias, pois elas podem aumentar a ansiedade, prejudicando e atrapalhando o sono.

6- Evitar o consumo de bebidas estimulantes no período noturno

Bebidas como o café, chás e chocolates precisam ser evitadas, pois contêm um alto grau de cafeína e são estimulantes. Evite-as antes de dormir.

O álcool também é listado como inconveniente antes de se deitar, porque causa desconforto gástrico e provocam a ida ao banheiro por diversas vezes durante a noite para urinar.

7- Evitar aparelhos eletrônicos

A exposição frequente às telas de celulares e computadores é muito prejudicial, porque a luz desses aparelhos interferem na produção de melatonina, um hormônio que auxilia na regularização do sono.

8- Evitar cochilos durante o dia

Aquela vontade de dar uma “dormidinha” durante o dia, principalmente depois do almoço, desregula o sono durante a noite, quando é realmente necessário descansar. Porém, se não for possível evitar, as “sonecas” devem ser no máximo por 30 minutos.

9- Não buscar o sono na cama

Não vá se deitar antes de realmente sentir sono e levante-se logo que acordar. Não é ficando deitado na cama que o sono vai aparecer. O ideal é buscar uma regularidade nos horários.

10- Procurar um médico quando necessário 

Consulte seu médico de confiança ou um especialista, caso perceba que os problemas de insônia estão piorando, quando sentir necessidade.

Alguns fatores afetam muito a qualidade do sono, tornando as noites mal dormidas e inquietas.

Tais como os problemas no trabalho, ansiedade, xixi noturno conhecido como Noctúria, depressão, fatores genéticos, idade.

Considerações finais

Sendo assim, uma boa noite de sono, com qualidade, afeta positivamente o estilo de vida das pessoas. Elas ficam mais produtivas, com a concentração mental mais apurada e conseguem desenvolver suas atividades com mais tranquilidade.

As horas, quando são adequadas e bem dormidas, impedem muitos riscos para a saúde, evitando problemas como diabetes, hipertensão e problemas cardiovasculares. Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fala Barreiras