Siga-nos

Agro

Parceria público Privada fortalece a agricultura familiar da Bahia

Publicado

em

Nesta terça-feira (14), dirigentes da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e lideranças dos municípios que compõem os territórios de identidade Sertão Produtivo e Semiárido Nordeste II, reuniram-se em mais uma edição da Caravana Parceria Mais Forte Juntos Para Alimentar a Bahia.  No território Sertão Produtivo a Caravana reuniu representantes do poder público estadual e municipal e da sociedade civil, no município de Caetité, no Centro Territorial de Educação Profissional (CETEP). Já no território Semiárido Nordeste II o encontro foi realizado no Colégio Evência Guerra, no Centro do município de Ribeira do Pombal. 

Em Ribeira do Pombal foram entregues dois caminhões, um para a Cooperativa de Apicultores de Ribeira do Pombal e Região (Cooarp) e o outro para a Cooperativa dos Apicultores do Alto Sertão (Coapis), para o fortalecimento da Apicultura no território. Foram entregues também, por meio do Cisan, tablets para as secretarias de Agricultura dos municípios que integram o consórcio, para auxiliar no serviço de assistência técnica e extensão rural (Ater).

O secretário de Desenvolvimento Rural, Jeandro Ribeiro, destacou que a Caravana chega não só apresentando os investimentos na agricultura familiar, mas também apresentando uma projeção de investimentos para os próximos cinco anos. “Então a ideia é, no primeiro momento, fazer essa prestação de contas e, no segundo momento, qualificar as intervenções que virão pela frente, para fortalecer os municípios a partir do rural, da agricultura familiar. Ao investir na agricultura familiar, nas cooperativas e associações, dinamizamos a economia dos municípios. Diante desse cenário a Bahia segue um novo ritmo totalmente acelerado para o fortalecimento da economia”.

Para José Carlos Santos da Fonseca, presidente da Cooarp, esse apoio do Governo do Estado, via projeto Bahia Produtiva, está melhorando a vida das famílias envolvidas, com ações como a da marca registrada Melira e o acompanhamento técnico. Ele conta que já foram adquiridos equipamentos e um veículo utilitário e que as construções/reformas de uma unidade de beneficiamento, um entreposto e uma casa de mel, deverão ser finalizadas nos próximos três meses. “Já temos resultados como das participações nas feiras e a gente já percebe a procura para a exportação do produto fracionado. A partir dessas reformas é possível exportar diretamente. É um trabalho que a gente vem fazendo em parceria com o Estado e isso vai dar um suporte muito bom para a apicultura na região”.

Investimentos

Os municípios do Semiárido Nordeste II estão recebendo recursos também para incrementar outros sistemas produtivos estratégicos, a exemplo da cajucultura, bovinocultura de leite, ovinocaprinocultura, mandiocultura e avicultura voltada à produção de ovos de galinhas caipiras. Por meio de projetos como o Bahia Produtiva, executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR/SDR), são mais de R$ 30 milhões em recursos. 

Estão sendo realizados investimentos ainda em assistência técnica e extensão rural (Ater) (R$ 42,7 milhões), regularização fundiária (R$ 409,5 mil) implantação de sistemas de abastecimento de água (R$ 20,7 milhões), programa Garantia-Safra (R$ 11,7), habitação rural (R$3,7 milhões), limpeza de aguadas (R$ 246 mil), reforma/construção de Mercados Municipais (R$15,4 milhões), além do Selo de Identificação de Produtos da Agricultura Familiar (SIPAF) e implantação do Serviço de Inspeção Municipal (SIM). 

Só por meio da parceria com o Consórcio Intermunicipal do Semiárido Nordeste II (Cisan) estão sendo aplicados recursos da ordem de R$ 4,3 milhões, no serviço de Ater e em outras ações, para potencializar a produção da agricultura familiar e garantir renda sustentabilidade e autonomia para as famílias do campo, a exemplo da distribuição de kits produtivos e equipamentos, como os tablets entregues, para equipar os técnicos(as) dos municípios que compõem o Cisan, além de motos, para o deslocamento.

Visita ao laticínio

A programação contou ainda com a visita técnica a um importante laticínio instalado no município de Ribeira de Pombal, que tem capacidade de processar10 mil litros de leite/dia, que está passando por um processo de reformulação visando à certificação. “O convênio com o consócio vai ajudar e muito o funcionamento desse equipamento porque serão doados resfriadores de leite, máquinas forrageiras e mudas de palma, para viabilizar a comercialização de leite para laticínios. São mais de 40 agricultores beneficiados diretamente, nesse primeiro momento, para o processo de produção do leite barriga mole”, observou o secretário da SDR.

Sobre a Caravana 

A iniciativa é da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR) e tem o objetivo de apresentar à sociedade baiana, nos 27 territórios de identidade, as ações que vêm sendo executadas pelo Governo do Estado para a agricultura familiar, com recursos da ordem de R$ 2,9 bilhões, sendo aplicados no período de 2015 até o fim de 2022. Visa ainda consolidar e ampliar essas ações, para fortalecer ainda mais a agricultura familiar e a economia dos municípios baianos e promover maior articulação entre os mais diversos agentes sociais, que executam políticas públicas voltadas para o desenvolvimento rural. 

Assessoria de Comunicação SDR/CAR

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fala Barreiras