Siga-nos

Agro

Bahia prorroga campanha de vacinação contra a Febre Aftosa

Publicado

em

01

A 2ª etapa da Campanha de Vacinação Contra a Febre Aftosa de 2013 foi prorrogada por mais 15 dias em todo o território baiano, ou seja, os criadores podem vacinar seu rebanho até o dia 15 de dezembro. A Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), órgão vinculado à Secretaria da Agricultura, tomou esta decisão devido o início tardio das chuvas previstas para o mês de novembro e dezembro, agindo preventivamente para salvaguardar a pecuária baiana e manter o Status de Livre de Febre Aftosa com vacinação.

O período de vacinação vai continuar até o dia 15 de dezembro e, consequentemente, o prazo limite de declaração até o dia 31 de dezembro. O diretor-geral da Adab, Paulo Emílio Torres, explicou que, quando a campanha de vacinação foi iniciada, no dia 1º seguindo o calendário preconizado pelo Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa, a previsão meteorológica assinalava o início das chuvas de verão (trovoadas) para semana entre 3 e 8 de novembro na maior parte do Estado. Todavia essas chuvas somente começaram a cair no último domingo (24), praticamente no final do período de vacinação. “Desta maneira os bovídeos das regiões que até o presente momento ainda estavam sobre influência da forte seca, terão uma melhor condição para serem vacinados”.

Outro fator que também levou a decisão de prorrogar a campanha foi um sério problema no sistema informatizado de gestão do banco de dados. Isso afetou fortemente os registros das declarações de vacinação dos criadores, devido à lentidão e quedas constantes do sistema. Como consequência, muitos não conseguiram declarar e atualizar o rebanho, ou tiveram que fazer de forma manual, para posteriormente ser lançada no sistema. “A Agência, diante de uma situação bastante delicada perante o setor produtivo, já solucionou o problema técnico evitando problemas para os criadores que sempre apoiam as ações de defesa e estão comprometidos com as campanhas de vacinação contra a febre aftosa”, esclareceu o diretor de Defesa Animal da Adab, Rui Leal.

“Essa é uma demonstração de comprometimento, sensibilidade e atenção do Governo do Estado para com a sanidade da Agropecuária Baiana”, disse o Secretário da Agricultura, Eduardo Salles, durante inauguração de laticínio em Ribeira do Pombal. “Respaldados pela Faeb e Entidades do Setor, estamos cumprindo com o nosso papel de zelar pelo patrimônio pecuário na Bahia, agindo em prol de toda comunidade rural no Estado e garantindo condições mais favoráveis para que o produtor mantenha seu rebanho livre da aftosa. Porém, continuo preocupado com as recentes entradas de doenças na Bahia e a falta de repasse de recursos para a defesa agropecuária”.

“Os produtores que só possuem animais com idade acima de 24 meses estão dispensados da vacinação, entretanto deverão obrigatoriamente comparecer na Adab, no período distinto da Campanha, para declarar o rebanho existente por sexo e faixa etária”, concluiu o coordenador do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa na Bahia, Antônio Lemos Maia, lembrando que após a vacinação o produtor deve declarar o ato nos escritórios da Adab no prazo de até 15 dias após a sua realização.

“Conseguimos unir a Bahia na estratégia vacinal, galgando mais uma etapa para a pecuária baiana e tornando o negócio pecuário baiano mais igualitário”, finalizou o diretor-geral da Adab, Paulo Emílio Torres, ao ressaltar que, nesta etapa da campanha, deverão ser vacinados os bovinos e bubalinos até 24 meses de idade, inclusive os municípios de Casa Nova, Remanso, Pilão Arcado, Campo Alegre de Lourdes, Mansidão, Formosa do Rio Preto, Santa Rita de Cássia e Buritirama que compõem a Zona de Proteção.

Fonte: Ascom Adab

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Barreiras Notícias - Fala Barreiras