Siga-nos

Agro

Agricultores da região Oeste são beneficiados com Programa de Melhoramento Genético da EBDA

Publicado

em

01Agricultores familiares de Santa Maria da Vitória, no Oeste do Estado, assistidos pela Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), vinculada à Secretaria da Agricultura (Seagri), estão participando do Programa de Melhoramento Genético do Rebanho Bovino da Agricultura Familiar. Até o final de fevereiro, 300 vacas serão submetidas à técnica de Inseminação Artificial por Tempo Fixo (IATF), método que permite inseminar as matrizes em dia e hora pré-determinada.

O trabalho, capitaneado pela Diretoria de Pecuária da empresa, tem como objetivo beneficiar agricultores familiares que desejam melhorar a qualidade genética de seus plantéis, para a produção de leite. O diretor de Pecuária, Marcelo Matos, explica que a intenção da empresa é fomentar a cadeia produtiva do leite da agricultura familiar. “Estamos distribuindo mudas de palma para que os agricultores implantem reserva estratégica para os períodos de estiagem, melhorando assim a alimentação animal”, disse o diretor, que complementou: “os agricultores também são assistidos por técnicos especialistas em produção de leite, e sendo estimulados a acessarem as políticas públicas, a exemplo do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) – Leite, que possibilita a comercialização do leite a preço justo”.

Segundo o veterinário e coordenador estadual do Programa, Ivan Carlos Viana, a técnica de IATF possibilita que as matrizes selecionadas para o procedimento sejam estimuladas a entrarem no cio com a utilização de hormônios, podendo assim programar o dia e horário para os procedimentos. “São utilizados sêmen de qualidade comprovada, colhido de touros de alto padrão genético das raças Gir e Guzerá leiteiros, dos plantéis da EBDA”, disse Viana. O veterinário ressalta que esse método pode ser realizado sem deslocar os animais da propriedade.

O próximo município a ser contemplado com as ações do Programa será o de Feira da Mata, de potencial agrícola e pecuário, também na região Oeste da Bahia. Lá, serão inseminadas mais 300 matrizes, com atividades programadas para o início da segunda quinzena deste mês de fevereiro.

Para participar das ações, o agricultor deve possuir Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), e procurar uma unidade da EBDA mais próxima de sua comunidade, expressando interesse em participar do Programa.

Fonte: EBDA/Assimp

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fala Barreiras